Museu Suçuapara será reaberto nesta quarta-feira, 27, com a exposição Palmas, Memória em Construção

Imagem: Júnior Suzuki

No ano em que Palmas completa três décadas, o Museu Suçuapara será reaberto com a exposição, Palmas, Memória em Construção. O evento acontece nesta quarta-feira, 27, às 19 horas,  no Parque Cesamar, onde o Museu está instalado.

Formada principalmente por imagens fotográficas do acervo próprio do Museu, Palmas Memória em Construção, apresenta aspectos da formação da cidade, os caminhos que a cidade percorreu e o resgate histórico, que não está nos registros oficiais. “O trabalho na construção da cidade e os rostos anônimos que participaram desse processo, com uma preocupação com o aspecto humano”, explica o analista de Acervo Histórico do Museu, Antônio Filho.

Para a abertura o Museu passou por uma reforma, que incluiu a compra de expositores, placas, entre outros, com recursos do Ministério da Cultura.

Casa Suçuapara

A Casa Suçuapara foi sede da antiga Fazenda Triângulo localizada onde foi construída a Capital do Tocantins. Após a desapropriação de todas as propriedades para a implantação de Palmas, essa Casa foi a única que permaneceu erguida dentro do Plano Diretor e serviu de palco para tomada de decisões governamentais no início da construção da cidade. Foi sede da primeira Prefeitura e Câmara Municipal de Palmas, de janeiro a maio de 1990. Depois disso, funcionou como sede da Legião Brasileira de Assistência (LBA), além de outros usos. Após diversas manifestações populares a favor da preservação do bem, o município efetivou o tombamento definitivo da Casa Suçuapara através do Decreto nº 67, de 16 de março de 2005. 

Imagem: Júnior Suzuki

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.