Olá, como está se sentindo?

Olá, como está se sentindo?

Adriana Silva

Uma das coisas que ressalto na terapia ericksoniana é quando ela conduz o indivíduo em direção à sua essência espiritual – é importante lembrar de não se esquecer de se lembrar que somos seres espirituais tendo uma passagem física, portanto é benéfico lembrar disso e entrar em contato com essa nossa parte. E às vezes isso pode estar tão profundo em um lugar calmo, sereno e poderoso dentro de cada um de nós. Às vezes ele é tão profundo que muitos pensam que o perdeu pela estrada e que não o possuem mais. Outros tentam imaginar como é estar neste lugar sagrado e especial. Alguns sentem uma energia diferente da do dia comum. Outros conseguem sentir, perceber e até despertar novos sentimentos e emoções adormecidas que trazem consigo recursos que vai auxiliar na caminhada para a descoberta do centro, do centro de si mesmo.

Sabe, é muito bom estar lá. Isso mesmo. É maravilhoso. E você pode se sentar no silêncio e ir para este lugar.

Um dia o Stephen Paul Adler, referência mundial em hipnose ericksoniana no mundo, leu um poema que era mais ou menos assim: O vento frio congelou seus dedos e a tristeza era horrível. Quando você começou era tarde da noite, a estrada estava coberta de gravetos e galhos secos, mas pouco a pouco, passo a passo, você foi deixando aquelas vozes para trás. As estrelas começaram a queimar e você conseguir vê-las através das nuvens e então surgiu uma nova voz que você começou a reconhecer, era a sua própria voz. E sua voz lhe fez companhia na medida em que você andava entrando mais e mais profundamente no mundo, você estava determinada a fazer a única coisa que você podia fazer. Determinada a salvar a única vida que você pode salvar. A sua própria.

Mesmo que você esteja vivendo algumas crenças que o limita que alguma maneira, de que você não consegue mais isso ou mais aquilo, se perceba você em seu corpo, há você em seu corpo, há você na sua respiração, há você no seu coração, há você na sua cabeça, há você na sua energia, há você na sua voz, não a voz de quem quer que seja, e ela faz companhia para você. Salve a única vida que você deve salvar, a sua própria vida! Mergulhe em si mesmo e descubra o quão maravilhoso você é e pode se tornar. Tire um momento do tempo para sentar-se consigo mesmo, prestar atenção na sua respiração e procurar se direcionar para o centro de si mesmo onde há você mesmo – sua essência maravilhosa.

Comentários do Facebook

Redação