Senadora Kátia Abreu vai a Ponte Alta do Tocantins e reafirma seu apoio a Kleber do Sacolão e Juliana

Senadora Kátia Abreu vai a Ponte Alta do Tocantins e reafirma seu apoio a Kleber do Sacolão e Juliana

Kleber do Sacolão (PSD), candidato a reeleição em Ponte Alta do Tocantins, recebeu a Senadora Kátia Abreu (PP), durante a tarde desta quarta-feira, 14, que reafirmou seu apoio e falou sobre as destinações de emendas nos próximos anos. O encontro contou com a participação de líderes e eleitores e deixou muito entusiamo entre os presentes.

Durante o encontro, Kátia Abreu elogiou a maneira que Kleber tem conduzido o município. “O Kleber é um líder que conseguiu administrar bem e se articular bem para conseguir recursos, sem articulações ele iria somente pagar a folha e fazer o básico, o arroz com feijão. A população não quer um prefeito que so deixe a cidade limpa, queremos um prefeito de seja ousado. Temos que ser ousados, e Kleber é assim”, afirmou Kátia Abreu.

A senadora explicou que a partir de dois anos para cá, por causa da modificação na Lei do Orçamento, houve uma mudança na distribuição de emendas, o que facilitou que os recursos chegassem mais rápido para os prefeitos, “Os deputados e senadores agora tem mais autonomia sobre o dinheiro. O dinheiro agora não tem mais que passear na Caixa Econômica, sai direto de Brasília para a prefeitura. Quanto mais recursos trazer, mais feliz eu fico, e isso que o Kleber construiu precisa ser mantido mais quatro anos. Ele vai ter muito mais dinheiro agora, por conta dessa mudança, é mais uma vantagem”.

Sobre a união com Juliana, Kátia Abreu elogiou a sabedoria e afirmou que política deve ser feita dessa maneira, “Pessoas dignas, extremamentes preparadas, corretas, e fico sempre muito feliz por estar ao lado, e vê-los ao lado do Kleber, sem birras, com união em prol do melhor para o município”.

Consórcio do Jalapão e investimentos no Turismo

Kátia Abreu falou sobre o consórcio do Jalapão, onde ela entregou uma máquina para cada um dos seis municípios participantes, no caso, Ponte Alta do Tocantins ficou uma máquina carregadeira. “Não tinha condição de entregar tudo a todos os municípios, mas para depois os seis juntarem e fazerem o consórcio das estradas do Jalapão, juntando todos com as máquinas que já tem, conseguiria agilizar essa demanda”.

“Coloquei um CAT – Centro de Atendimento ao Turismo aqui, que está em fase de projeto. Junto com o SEBRAE eu quero fazer uma maratona de treinamentos para o turismo, hotelaria, cozinha, copeira, barman, cozinheiros. A grande falha do Jalapão ainda é a comida, ainda não está boa. Descobrimos que não está bom e vamos corrigir. Vamos treinar o povo e qualificar para o turismo. Tudo isso ajuda a tirar a pobreza, ajuda a diminuir o rastro da desigualdade. E essa é uma responsabilidade nossa, de quem tem ética, moral e caráter. Temos que se preocupar com quem é mais fraco. Nossa obrigação como político é transformar a vida das pessoas para melhor”, afirmou a senadora.

Redução da desigualdade

Ao analisar os dados das famílias atendidas pelo CadÚnico na cidade, Kátia Abreu propôs a Kleber do Sacolão e Juliana, que as emendas deste ano, serão destinadas para melhoria nas casas das famílias atendidas pelo programa. “Tem 628 casas sem calçada, 228 casas com piso de chão batido e 639 sem reboco. Com certeza essas três coisas estão acumuladas em uma casa. Eu já consultei Brasília, nós vamos melhorar a qualidade de vida dessas pessoas, vamos aumentar o patrimônio delas, vamos titular essas casas, quero ajudar a entregar o documento da casa dessas pessoas, sua regularização urbana”, finalizou a senadora.

Comentários do Facebook

Redação