Compostagem produzida no Ecoponto de Galhadas será usada na revitalização de hortas escolares em Palmas

Compostagem produzida no Ecoponto de Galhadas será usada na revitalização de hortas escolares em Palmas

Cerca de 150 metros cúbicos de compostagem orgânica produzida no Ecoponto de Galhadas de Palmas estão sendo entregues a escolas municipais para revitalização de seus canteiros de horta. As entregas iniciadas na quarta-feira, 14, devem ser concluídas nesta sexta, 16, pela Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seisp). As primeiras escolas contempladas foram a Escola de Tempo Integral (ETI) Almirante Tamandaré e ETI Agroecológica Fidêncio Bogo. Em breve, mais escolas interessadas poderão ser contempladas.

Em Palmas, 100% dos restos de poda encaminhados ao Ecoponto de Galhadas Municipal são reaproveitados. O ecoponto é administrado pela Seisp. Parte dos resíduos dá origem a material orgânico utilizado por indústrias locais e outra parte dá origem a composto orgânico utilizado nos viveiros municipais.

O Ecoponto de Galhadas foi implantado em novembro de 2020 na Avenida NS-10 quadra ASR-SE 55 (512 Sul) – aos fundos do Parque Cesamar. O serviço garante destinação adequada a resíduos orgânicos, não mais direcionados ao Aterro Sanitário Municipal. Segundo a Seisp, 2.731 toneladas de galhadas foram recolhidas e encaminhadas ao ecoponto entre janeiro e março de 2021.

Hortas escolares

Mesmo com as escolas sem aulas presenciais em função da pandemia, as hortas escolares continuam em atividade. “Na nossa escola, será muito bem-vindo esse composto orgânico. Vamos utilizar na revitalização da horta agroecológica, nos canteiros de flores tropicais, jardins e para enriquecer o solo da área de preservação ambiental da escola”, explica a diretora da ETI Agroecológica Fidêncio Bogo, Queli Fiametti.

Segundo a diretora, a escola faz plantio consorciado de culturas como pepino, abóbora, quiabo, ervas aromáticas e hortaliças. A produção de 2020 da escola foi doada pela escola a famílias em situação de vulnerabilidade, com apoio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

Coleta de poda agendada

O recolhimento de galhadas atende pedidos pré-agendados pela comunidade pelo telefone (63) 3212-7426 (das 8 às 18 horas). É importante frisar que este pré-agendamento deve ser feito, segundo a Seisp, antes da poda doméstica ser realizada, de modo que os resíduos só sejam dispostos na calçada do morador em ocasião próxima à data prevista de passagem do caminhão em sua região.

No entanto, qualquer morador pode direcionar resíduos de poda ou inservíveis de madeira (móveis feitos exclusivamente de madeira ou paletes) ao Ecoponto de Galhadas em veículo próprio. Desde que estes não contenham partes de ferro ou outros materiais nem misturados a entulho. O atendimento no local é feito das 7 às 17 horas.

Comentários do Facebook

Redação