Servidores da Enfermagem de Augustinópolis são dignos de novo salário, diz Sintras

Servidores da Enfermagem de Augustinópolis são dignos de novo salário, diz Sintras

O SINTRAS na defesa dos interesses laborais dos servidores da saúde, reivindica a fixação do piso salarial nacional da enfermagem para os servidores de Augustinópolis, conforme a PEC 11/22, que surgiu para dar sustentação ao PL 2564/20. A solicitação ocorreu durante reunião com o secretário de saúde, Yata Anderson Pereira Maciel na última quarta-feira (20).

A proposta de emenda constitucional (PEC 11/22) fixa o salário dos enfermeiros em R$ 4.750,00; o de técnicos de enfermagem, R$ 3.325,00; e o de auxiliares e de parteiras, R$ 2.375,00. Ela foi aprovada pelo Congresso Nacional no dia 13 deste mês de julho.

Conforme Manoel Pereira de Miranda, os trabalhadores da enfermagem são merecedores de um salário digno. “Sabemos o quanto é essencial o trabalho da enfermagem nas unidades de saúde. E o Sintras tem apoiado a luta destes profissionais por um salário digno e agora que o congresso nacional aprovou, já estamos solicitando a implementação do piso salarial para os enfermeiros, técnicos e auxiliares da enfermagem no município de Augustinópolis”, ratifica o presidente do Sintras que diz ainda que falta apenas a sansão da presidência da república.

Durante a negociação, o sindicato também reafirmou a reivindicação de  implantação do Plano de Cargo Carreira e Remuneração (PCCR/ Saúde) e o pagamento do retroativo da  insalubridade.

A reunião com o gestor da pasta da saúde do município aconteceu com a presença de servidores e da delegada regional de Augustinópolis, Márcia Maria Azevedo Pereira que acompanharam o presidente Manoel na ocasião.

Comentários do Facebook

Redação