Goiás recebe nova remessa de vacina contra Covid-19

Goiás recebe nova remessa de vacina contra Covid-19

O governador Ronaldo Caiado recebeu, na madrugada desta sexta-feira (16/04), mais 187.750 imunizantes contra a Covid-19. Da remessa, a 13ª encaminhada pelo Ministério da Saúde (MS) ao Estado, 114.955 serão destinadas para aplicação da primeira dose.

O restante, 72.795, vão para a segunda. Caiado e o secretário da Saúde, Ismael Alexandrino, estiveram na Central Estadual de Rede de Frio, no Jardim Santo Antônio, em Goiânia, para acompanhar a chegada do lote de vacinas, que ocorreu por volta da 1h30, e foram responsáveis por abrir o caminhão com as caixas contendo os imunobiológicos.

“Acreditamos que alguns municípios chegarão a 62 anos, outros a 63. A média é essa. Temos a confirmação agora da chegada do IFA [Ingrediente Farmacêutico Ativo] ao Butantan e que não faltará IFA à Fiocruz”, afirmou o governador. “Seguimos com o prognóstico de que, até o fim do mês de abril, poderemos adiantar até as pessoas com 60 anos de idade”, projetou Caiado, sobre as faixas etárias a serem imunizadas.

Das 114.955 doses para primeira aplicação, 101.478 foram produzidas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com o consórcio AstraZeneca. Os demais 13.477 imunizantes são da CoronaVac, feita no Instituto Butantan, assim como toda a carga destinada para segunda dose.

Balanço

Até o momento, 668.534 pessoas já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19, segundo boletim da SES-GO divulgado na última quinta-feira (14/04). Com o novo reforço, Goiás atinge a marca de 1.557.880 imunizantes recebidos pelo MS desde o início do Plano Nacional de Imunização (PNI), sendo 1.186.680 da CoronaVac e 371.200 da AstraZeneca.

No entanto, mais de 44 mil pessoas que já tomaram a primeira dose ainda não retornaram aos postos de vacinação de Goiás para o complemento da imunização. “Tomar a segunda dose é garantir a produção dos anticorpos. Não tomar é desperdiçar a vacina. Não cometam essa irresponsabilidade de não querer fazer o tratamento completo”, pediu Ronaldo Caiado.

Foto: André Saddi
Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Comentários do Facebook

Redação